ESTADO DE ALAGOAS
Você está aqui: Página Inicial Notícias Governo recupera equipamentos e reestrutura culturas agrícolas na zona rural

Governo recupera equipamentos e reestrutura culturas agrícolas na zona rural

Parceria entre governos estadual e federal apoia produção, recupera unidades e reconstró matadouros públicos

Governo recupera equipamentos e reestrutura culturas agrícolas na zona rural

Ações reestruturam principais culturas agrícolas da região, como a laranja lima (Foto: Arquivo/Secom)

Diego Barros

As áreas da zona rural dos municípios atingidos pelas enchentes do mês de junho de 2010 começaram a ser reestruturadas, o que está facilitando o escoamento da produção dos agricultores familiares.

Com o excesso de chuvas daquele mês, apenas as plantações às margens dos rios Mundaú e Paraíba foram danificadas, além de estradas e pontes. Foi o que revelou um levantamento feito por técnicos extensionistas da Secretaria de Estado da Agricultura do Desenvolvimento Agrário (Seagri). Eles visitaram 1.995 propriedades em 13 municípios.

“A intervenção foi feita logo após a enchente. A primeira necessidade era fazer o laudo e identificar a avaliação dos danos causados diretamente na produção. A infraestrutura de comercialização foi bastante afetada, principalmente estradas, pontes e passagens molhadas. Muitas já estão em reconstrução”, afirmou o secretário de Estado da Agricultura, Jorge Dantas, que na terça-feira (11) concedeu uma entrevista, ao vivo, ao programa Globo Rural, para falar sobre o assunto.

As principais culturas agrícolas das regiões atingidas são laranja lima, banana, mandioca, inhame e cana-de-açúcar. Mas, de acordo com ele, a recuperação das estradas e pontes já está sendo feita pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e pelo Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra), nas áreas de assentamentos.

Outros locais que sofreram danos foram os matadouros públicos. De acordo com o secretário, R$ 5 milhões já estão garantidos, via Emergência (União), para reconstrução de três matadouros em Quebrangulo, Viçosa e União dos Palmares. “Mais R$ 8 milhões já foram liberados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), via governo do Estado, para apoio à comercialização”, frisou Jorge Dantas.

Segundo a articuladora estadual do MDA em Alagoas, Thacya Clédina, os R$ 8 milhões serão investidos em ações que foram definidas como prioritárias, por meio de reuniões, pelos agricultores e pelas entidades vinculadas aos Territórios da Cidadania da Zona da Mata e do Litoral Norte.

Esses recursos incluem a construção de oito centrais de comercialização, sendo quatro de grande e quatro de pequeno porte, uma casa do mel no município de Matriz do Camaragibe, para atender aos apicultores do Litoral Norte, e um viveiro de mudas para produção de frutíferas e outras variedades será construído em União dos Palmares.

“Os recursos já estão garantidos também para a reforma de uma fábrica de polpa de frutas em União dos Palmares que, após a reforma, vai poder receber o Selo de Inspeção Federal (SIF), e a compra de caminhões para o transporte dessa produção”, destacou o secretário Jorge Dantas.

Outra ação que já está garantida é a doação, pelo MDA, de mudas de frutíferas e de sementes para agricultores familiares dos municípios atingidos pelas enchentes.

Ações do documento

telefones-uteis.jpg

prestacao-de-contas.jpg

 
Estado de Alagoas
Coordenação do Programa de Reconstrução
Palácio República dos Palmares - Rua Cincinato Pinto, s/n - Centro - Maceió - AL
CEP 57020-050
+55 82 3315.2022/3315.2016