ESTADO DE ALAGOAS
Você está aqui: Página Inicial Notícias Parceria vai levar alfabetização a famílias desalojadas pelas enchentes

Parceria vai levar alfabetização a famílias desalojadas pelas enchentes

Cooperação entre governo de Alagoas, por meio da secretaria de Estado da Educação e ONG Nutrir pretende alfabetizar 1.080 pessoas em 13 municípios

Parceria vai levar alfabetização a famílias desalojadas pelas enchentes

Parceria vai garantir a alfabetização de mulheres que vivem nos acampamentos (Foto: Valdir Rocha)

Ana Paula Lins

Uma parceria entre o governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (SEE), e a ONG Nutrir vai promover a alfabetização de 1.080 mulheres que vivem em alojamentos de famílias desabrigadas pelas enchentes. A apresentação do projeto ocorreu nesta sexta-feira (18), no Hotel Ponta Verde, com a presença da secretária adjunta da Educação, Cícera Pinheiro, e da presidente da ONG Nutrir, Telma Toledo. O evento fez parte da programação do quinto dia de atividades da Semana da Educação promovida pela SEE.

A ação será executada nos municípios de Braquinha, União dos Palmares, Murici, Santana do Mundaú, Rio Largo, São José da Laje, Quebrangulo, Paulo Jacinto, Viçosa, Cajueiro, Joaquim Gomes, Jacuípe e Capela. As aulas serão ministradas por professores das redes públicas estadual e municipal com experiência na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e tem como público alvo mulheres acima de 15 anos que sejam analfabetas funcionais, ou seja, não conseguem interpretar textos ou fazer operações matemáticas.

Neste processo de cooperação, caberá à SEE coordenar a metodologia pedagógica dos cursos bem como capacitação dos professores que atuarão nos acampamentos. O órgão também deverá viabilizar o material didático – apostilas especialmente voltadas para alfabetização de adultos – a ser utilizado pelas alunas.

Parceria - Idealizadora do projeto, a nutricionista Telma Toledo, que também é professora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), conta que a idéia surgiu a partir de uma pesquisa junto a famílias desalojadas no município de Branquinha. Com o levantamento concluído, descobriu-se que 80,60% daquelas pessoas eram analfabetas e que o maior desejo das mulheres do acampamento era aprender a ler.

“Ao percebermos essa demanda, contactamos a Secretaria de Educação para fazermos uma parceria em cursos de educação básica para estas mulheres nos alojamentos. Também teremos a cooperação de outros órgãos do governo de Alagoas e nossa meta é, dentro de um ano, atendermos 4.160 pessoas, o que inclui, além da alfabetização, cursos de saúde e nutrição e de servente de pedreiro”, estima Telma Toledo.

A secretária adjunta da Educação, Cícera Pinheiro, destacou a importância da iniciativa e lembrou que a secretaria de Educação já possui uma estratégia de combate ao analfabetismo por meio do programa Geração Saber.

“Ao elaborarmos o programa Geração Saber, fizemos um planejamento para cada segmento da educação e um destes eixos é o projeto Aracê, que é nossa política pública para a alfabetização em Alagoas. O projeto Aracê prevê a realização de parcerias no combate ao analfabetismo e por isso não pouparemos esforços para o êxito desta ação, acompanhando cada etapa deste processo”, garante a secretária. Cícera Pinheiro ainda frisou que a SEE já oferta dois programas de alfabetização em Alagoas: o Brasil Alfabetizado e o Viajando pelo Saber.

Metodologia – Antes do início das aulas nos acampamentos, a SEE vai promover, durante três dias, uma capacitação com os professores que irão atuar nos cursos de alfabetização nos alojamentos de desabrigados. O treinamento está previsto para acontecer em Maceió na última semana de fevereiro, em local a ser definido.

Gerente de Ensino Fundamental da Superintendência de Políticas Educacionais da SEE, Ana Márcia Cardoso vai coordenar o treinamento e conta que os professores serão capacitados dentro da metodologia de ensino do projeto Aracê. “Neste método, trabalhamos não só a codificação e decodificação de palavras, mas também com a valorização da experiência de vida do aluno”, adianta.

Ações do documento

telefones-uteis.jpg

prestacao-de-contas.jpg

 
Estado de Alagoas
Coordenação do Programa de Reconstrução
Palácio República dos Palmares - Rua Cincinato Pinto, s/n - Centro - Maceió - AL
CEP 57020-050
+55 82 3315.2022/3315.2016